Por

Beco das Garrafas

Mais uma vez agradecemos ao pessoal que cuida da programação semanal informativa do jornal O Globo!
22
fevereiro 2019

JOÃO ROBERTO KELLY – 2º SHOW

Serão dois shows – Primeiro horário: 18:30; Segundo horário 20:30. João Roberto kelly – PIANISTA, PRODUTOR MUSICAL BRASILEIRO E COMPOSITOR, Carioca da Gamboa – RJ,... Leia Mais
19
fevereiro 2017

DIA 17 DE FEVEREIRO

LAILA GARIN E A RODA
22:00 | Bottle’s Bar

A cantora e atriz apresenta o show Rabisco, com composições de Chico Buarque, Dani Black, Chico César, João Bosco, Fagner, entre outros,  acompanhada por Ricco Viana (guitarra), Rick De La Torre (bateria) e Marcelo Müller (baixo).

laila


DIA 18 DE FEVEREIRO

AMANDA BRAVO & QUARTETO SAMBALANÇO
21:00 | Little Club

A cantora e o quarteto por Cesar Ferreira (violão), Miro Ribeiro (baixo), Carlos Sapão (sax e flauta) e Rubinho Moreira (bateria) fazem um passeio pelas mais belas composições da bossa nova de Tom Jobim, Carlos Lyra, João Donato, Marcos Valle, Roberto Menescal e também apresentam a Bossa que Dança: O Sambalanço.

QUARTETO SALAMBAÇO


HECTOR COSTITA & JOSEVAL PAES
22:30 | Bottle’s Bar
 Hector Costita, 82 anos, é um dos poucos instrumentistas da época de ouro do Beco das Garrafas ainda em atividade. Com a reativação do Bottle’s Bar, sua volta à casa era questão de tempo. Chegou o dia. Anote na agenda: 18/02, sábado, a partir das 22h30. Hector Costita volta ao Bottle’s Bar acompanhado pelo guitarrista Joseval Paes, e celebra a temporada de 1963, em que dividiu o mesmo palco com Sérgio Mendes e o Sexteto Bossa Rio.

thumbnail_show-costita


DIA 19 DE FEVEREIRO

JOÃO ROBERTO KELLY
18:30 | Bottle’s Bar
João Roberto kelly – PIANISTA, PRODUTOR MUSICAL BRASILEIRO E COMPOSITOR, Carioca da Gamboa – RJ, aprendeu a tocar piano com sua mãe e avó aos 11 anos. Mas estudou no Conservatório Brasileiro de Música e bacharelou-se em Direito.  Aos 19 anos foi convidado a musicar no Teatro Jardel a Revista Sputinik.  Teve  vários sucessos gravados por grandes nomes da MPB: Ademilde Fonseca, Angela Maria, Agnaldo Timóteo, Cauby Peixoto, Dalva de Oliviera, Doris Monteiro, Elis Regina, Elza Soares, Emilinha Borba, Emílio Santiago, Elizeth Cardoso, Jamelão, Jorge Goulart, Miltinho  e muitos outros.

thumbnail_- 00000000000000 - João Roberto Kelly


FLAVIA DANTAS
20:30 | Little Club

A cantora apresenta a tradicional bossa nova e homenageia a eterna musa Nara Leão num repertório de distintas fases: desde a época da bossa nova (Tom Jobim, Vinicius de Moraes, Carlos Lyra, Roberto Menescal, João Donato), passando pelo seu flerte com os compositores de morro (Zé Keti, Cartola e Nelson Cavaquinho).

flavia


TÉO LIMA & BOSSA RIO
21:00 | Bottle’s Bar

Olá amigos que gostam de músicos e da música de qualidade. DOMINGO é dia do nosso encontro com os maiores da música instrumental brasileira, nas homenagens aos nossos ícones que tanto influenciaram os grandes músicos de hoje com sucessos internacionais. Casa do Músico e Beco das Garrafas – Apresentam; Teo Lima & Bossa Rio – Teo Lima, Marco Brito, Marcelo Martins, Pedro Moraez, Humberto Mirabelli, Diogo Gomes.

teo

Quase 50 anos depois de prisão, Jane Di Castro volta ao Beco das Garrafas para show

Em Dama da canção, ela homenageia mulheres que fizeram história na música

 

jane_di_castro_2

Artista transexual, Jane Di Castro é uma das precursoras do gênero e, no auge da ditadura militar, ela e outras artistas – como Rogéria – sofreram muito com a censura. Jane, inclusive, chegou a ser presa enquanto se apresentava no Beco das Garrafas, reduto da boêmia carioca.

Agora, quase 50 anos após o episódio, ela volta ao local como convidada de honra para estrelar o show Dama da canção, que acontece no domingo (12). “Trabalhei no Beco das Garrafas em 1969. Nessa época, eu não podia sair vestida de mulher. Um dia saí e fui presa, mas, sob os protestos dos boêmios, me soltaram”, diz ela, que no espetáculo vai homenagear grandes damas da música.

jane_di_castro_1

Jane interpretará sucessos como “Balada do louco”, que foi magistralmente gravada por Rita Lee, “Como nossos pais”, sucesso na voz de Elis Regina, “La vie em rose” e “Non, je ne regrette rien”, clássicos de Edith Piaf. Até a Princesinha do Mar será homenageada pela cantora, que também é atriz, com a canção “Copacabana”, de Braguinha e Alberto Ribeiro. “A vida dá mesmo muitas voltas… Quem diria que, depois de tudo que passei, seria convidada a voltar a cantar lá”, finaliza Jane.

Fonte: Revista Época