Eventos

Venha nos visitar
Data : 27 / out / 2019
Horário : 20:00
Endereço : RUA DUVIVIER, 37, COPACABANA
Tel : 21 984606042 & 21 25432962
40,00 (DINHEIRO)

YUMI PARK

Bossa Nova | 20:00 (DOM) | Little Club

YUMI PARK

Cantora (intérprete), desde Outubro de 2012, de origem coreana radicada no Brasil há 24 anos;

Apresentou-se em diversos espaços no Rio de Janeiro com músicos do cenário Carioca tais como:

– Cariocando Bar com Bertho Luzze, Anderson Cardozo(Abertura do show de Zezé Mota e a homenagem ao showman Miéle, quando ele recebeu o Título de Cidadão Carioca)

– Beco das Garrafas com André Gonçalves trio e Rogério Guimarães em duo no Bottle´s Bar e no Little Club
– Espaço Cultural Municipal Sergio Porto, fazendo parte como vocalista com Guto Goffi e o Bando do Bem
– Centro de Referência da Música Carioca Artur Távola com Guto Goffi e o Bando do Bem

– Gran Meliá Nacional Rio com o Wilson Meirelles trio
– Joquei Clube Brasileiro com Cássio Vieira Bossa’n Jazz

– Iate Clube do Rio de Janeiro nos projetos: “Bossa Nova” com Rogério Guimarães e “Todos os tons de Jobim” com João Braga

– Clube Naval Piraquê
– Hotel Fasano Rio de Janeiro com Manouche Carioca e Cássio Vieira Bossa’n Jazz

– Belmond Copacabana Palace na abertura do show da Elza Soares com o Manouche Carioca (evento privado)
– Entrega de prêmios a escritores de destaque na A.B.L. (Academia Brasileira de Letras)
– Amigos da Bossa (Rio das Ostras) com Rogério Guimarães, Ronaldo Diamante e Fernando Pereira
– Recepção à família real da Dinamarca e sua delegação olímpica (Iate Clube)
– Rio Othon Palace com Ricardo MacCord, Franklin Gama e César Machado
– E em diversos bares cariocas com parcerias de Rogério Guimarães, Pablo Barroso, Victor Bertrami, Victor Camelo, Gabriel Barreto, Breno Hirata, Marlon Mouzer, João Braga, Anderson Cardozo, Helô Tenório entre outros…
No momento Yumi, trabalha com o Cássio Vieira Bossa’n Jazz
Rogério Guimarães

O guitarrista, violonista e compositor carioca Rogério Guimarães tem 48 anos e aos 9 começou a explorar o violão de maneira autodidata. Absorvendo as influências musicais de sua infância, Rogério conviveu intimamente com os discos de Caetano, Gil, Chico, Milton, Gal e Bethânia em sua casa. Com o amadurecimento, o músico teve seus primeiros contatos com o Jazz através de Frank Sinatra, o que o levou a mergulhar no mundo das big bands de Count Basie e Duke Ellington. O virtuosismo de músicos como Charlie Parker, Oscar Peterson, John Coltrane, Joe Pass e outros, o motivou a ter uma dedicação quase devocional a aquilo que considera uma necessidade de aprimoramento sem fim de seu instrumento.

     Paralelamente, o músico também foi fortemente inspirado pelo rock dos anos 70 com bandas como Led Zeppelin, Deep Purple e Yes.

     Assim, ele define sua música como o equilíbrio entre a complexidade harmônica da música brasileira, a simplicidade direta e visceral do rock e a riqueza melódica do jazz.

     Rogério completou sua formação autodidata estudando harmonia e arranjo com Ian Guest e improvisação com Nelson Faria.

     Ativo na cena musical brasileira, o músico se apresenta em formações de duo, trio, quarteto e quinteto de jazz, bem como violão e guitarra solo, modalidade que domina e gosta muito de fazer. Se apresenta também como acompanhante e já tocou com Jane Duboc, Leila Maria, o cantor paulistano Carlos Navas e a cantora coreana de bossa nova Yumi Park. Já participou também de projetos ao lado de artistas como Guinga, Carlos Malta, João Donato e do contrabaixista Ronaldo Diamante.

CD Pés Descalços

     No final do ano de 2016, depois de participar de várias produções independentes como músico, arranjador e produtor, sentiu que estava pronto para gravar seu próprio trabalho e, assim, lançou em 2017 seu primeiro CD, intitulado “Pés Descalços”. O show de lançamento aconteceu em fevereiro no Centro de Referência da Música Brasileira, seguido por shows no Teatro Café Pequeno, no Leblon, e no Parque das Ruínas. Rogério também esteve em temporada no Bar Semente, na Lapa, e no evento Tiradentes Cultural. Em agosto de 2018 foi convidado para fazer o show de abertura do Baile do Almeidinha, de Hamilton de Holanda, no Circo Voador. Em fevereiro de 2019 tocou no Blue Note Rio.

     O disco tem uma formação de quarteto de jazz com piano, baixo acústico, bateria e guitarra e o repertório é fortemente apoiado em ritmos brasileiros como na faixa que dá nome ao álbum, “Pés Descalços”, um afoxé com melodia pulsante e percussiva. A segunda música, “Coladinho com Você”, é um xote com pegada de blues, seguida de um samba de andamento médio chamado “Tarde Lilás”. A quarta composição é um bolero, “Em Uma Palavra”, e tem o tema principal tocado na primeira vez com guitarra solo. O disco segue para uma salsa chamada “Latinito”, de execução complexa e com convenções intrincadas, mas sem perder a beleza e a musicalidade. O jazz propriamente dito não poderia faltar e é o que traz a música “Monkbop” com forte influência de Thelonious Monk, um dos compositores prediletos de Rogério. Em seguida uma valsa emocionante, “Ultramarino”, com tema tocado primeiramente pelo baixo acústico e terminando em fade out tocado naturalmente pelos músicos, sem recursos do estúdio para ter esse efeito. Esse fade out se liga ao fade in natural que dá introdução ao samba rápido “Na Sombra do Invisível”. O clima intenso e vibrante se mantém com o frevo “Igarapé” e depois relaxa com uma valsa-choro chamada “Aos Filhos”, que é para quem o disco é dedicado, tocada apenas pelo baixo e piano. O CD termina com um melódico e doce ijexá, “Em Dezembro Você Vem”, que é a única faixa onde Rogério toca um violão de cordas de aço.

     A excelência da execução e a improvisação é um aspecto marcante em todo o disco e, para isso, Rogério chamou grandes músicos como Ronaldo Diamante no baixo acústico, renomado e experiente baixista brasileiro que já tocou com artistas como Maria Bethânia, Marisa Monte, Roberta Sá e muitos outros; Marco Tommaso no piano, grande instrumentista, arranjador e produtor de trilhas para cinema e Gabriel Barbosa, jovem virtuoso e requisitado baterista da nova geração, que toca também com as cantoras Júlia Vargas e Duda Braque.

     O CD foi gravado, mixado e masterizado por Ricardo Calafate, no estúdio Umuarama, no Rio de Janeiro, e pode ser ouvido em todas as plataformas digitais.